Alceu Penna

d905f7fce5cb43017e29e6a24c6e7cf0

“Suas meninas de olhos expressivos, de gestos delicados e cheios de graça, de cinturas finas, de longos cabelos e de saias rodadas, cujo tecido era informado com duas ou três pinceladas – a gente sabia se era seda ou algodão – eram tão fortes que, me parece, os leitores conviviam com elas como se convive com um ser vivo: ninguém fica perguntando quem é o pai da criança. Elas tinham vida própria, e tanta que Alceu desaparecia por trás delas. De resto, Alceu Penna era um homem calmo e retraído, doce e sereno, doméstico, não gostava de aparecer.”

(trecho do texto escrito por Ziraldo, para o catálogo da exposição As garotas do Alceu, realizada em julho de 1983 – Palácio das Artes /Belo Horizonte)

clip_image012_thumb

Alceu Penna nasceu no dia 10 de janeiro de 1915 em Curvelo, Minas Gerais mas ao 17 anos mudou-se para o Rio de Janeiro onde viveu até sua morte em 1980. Lá cursou arquitetura na Escola de Belas Artes e passou a visitar jornais e revitas visando a divulgar e vender seus desenhos. Em pouco tempo passou a criar ilustrações para várias publicações, dentre as quais o suplemento infantil de O Jornal (1919-1974) e O Globo Juvenil (1937-1954).

ilustraçoesalceupenna

Desde cedo desenhou muito, desenhava com rapidez, espontaneidade e graça absolutamente ímpar. Autodidata, dono de um traço ágil e estilo inconfundível desenhavam menus, cartazes, cenários, figurinos para shows, decorações e fantasias para bailes de carnaval, renovou inclusive a fantasia da Carmem Miranda quando esta partiu para Hollywood com o Bando da Lua, e fantasias para os concursos de Miss. Ilustrou ainda um grande número de livros em parceria com grandes nomes da literatura, principalmente infantil.

alceu

Colaborou com as revistas: “O Cruzeiro”, “A Cigarra” “O Globo Juvenil” e “Manequim” e ilustrou também suplementos femininos, tiras infantis e de moda. Já em 1938 os jornais prometiam que: ” As garotas que são a expressão da vida moderna, endiabradas e inquietas serão apresentadas todas as semanas em “O Cruzeiro” por Alceu Penna…” Começam assim “As Garotas de Alceu”, que abordavam os mais variados temas; mundanos, políticos, cinematográficos, esportivos etc. que foram rapidamente adotados como referência, por garotas modernas, por nada menos que 28 anos consecutivos, de publicação ininterrupta.

alceu-penna_boa-vida alceu-penna-11 Com-quem-sonharão

Em minha opinião, as ilustrações de Alceu Penna são inovadoras e lindas! Seus traços e cores dão vida a belas e delicadas mulheres. Alceu foi e ainda é modelo inspirador para muitos ilustradores, além de mais um talentoso artista brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s